Advocacy e Pesquisa

OKBR atualiza repositórios do Github para remover termos que fazem referência à escravidão

21 jul de 2020, por OKBR

Compartilhar

A Open Knowledge Brasil (OKBR) aderiu a um movimento internacional de projetos open source e empresas de tecnologia que tem buscado remover, de seus códigos, referências racistas, sexistas ou que carreguem alguma carga simbólica excludente. O Github, rede social de compartilhamento dos códigos, anunciou recentemente sua adesão a essas mudanças, que têm sido demandadas nos últimos anos pela comunidade. 

A OKBR acredita no poder das palavras e da linguagem para gerar ou reproduzir processos sociais. Consideramos que a linguagem é um componente dinâmico na sociedade, e que pode e deve mudar sempre que o significado das palavras remeter a contextos de opressão, sejam racistas, ou sexistas ou de qualquer outra ordem.

Com isso em mente, fizemos algumas mudanças em nossos repositórios hospedados na plataforma Github. Alteramos o nome do branch (ou “ramo”, termo que define as diferentes partes no versionamento de códigos) padrão dos nossos repositórios ativos – que anteriormente era “master” (mestre) – para “main” (principal). 

Como já citado, a mudança visa rever usos da linguagem que possam reforçar contextos de opressão. Ainda que, no âmbito do Github, o termo master não esteja imediatamente associado à escravidão, como no caso da analogia master/slaves do Linux, sua carga simbólica já é suficiente para adotarmos uma forma mais neutra.

Se você quiser alterar o branch padrão do seu repositório no Github, basta seguir o seguinte passo a passo:

$ git clone <repo>
$ git checkout master # apenas para confirmar que está operando na master
$ git pull # caso o repositório já esteja clonado localmente
$ git checkout -b main master # cria novo branch
$ git push -u origin main # envia o novo branch para o Github

# Acessa https://github.com/<user>/<repo>/settings/branches
e altera o branch padrão

Caso queira ler um artigo sobre a mudança de forma mais detalhada, basta acessar o texto do Marco Rougeth: http://rgth.co/blog/master-main

A seguir, confira alguns exemplos de outras comunidades relevantes que mudaram a terminologia em grandes projetos:


Notice: Undefined variable: mesmoeixo in /var/www/ok.org.br/wp-content/themes/okbr/single-noticia.php on line 53