Inovação Cívica

Open Knowledge Brasil abre chamada para realizar censo de diários municipais

01 set de 2020, por OKBR

Compartilhar

Ação marca o lançamento oficial do projeto Querido Diário, que vai abrir e conectar informações de centenas de diários municipais; iniciativa foi selecionada em edital latinoamericano de inteligência artificial para o desenvolvimento

Foi dada a largada no projeto Querido Diário! A iniciativa, da Open Knowledge Brasil (OKBR), vai usar a tecnologia para “libertar” os diários oficiais dos municípios brasileiros, centralizando o acesso em uma plataforma aberta e amigável. Essas informações, essenciais para monitorar as ações governamentais de prefeituras e câmaras municipais, hoje estão presas em arquivos PDF pouco legíveis e difíceis de acessar. 

“Vamos construir algoritmos de inteligência artificial para identificar, relacionar e cruzar dados como vencedores de licitações para que seja mais fácil encontrar irregularidades, por exemplo”, explica Mário Queiroz, coordenador de Inovação Cìvica da OKBR. O projeto também prevê uma API para integração da plataforma com outros sistemas e aplicativos. 

O lançamento do projeto foi anunciado em uma Live com com a participação de Gisele Craveiro, coordenadora do Grupo de Pesquisa Colaboratório de Desenvolvimento e Participação da USP (Colab-USP), e de Rhenan Bartels, cientista de dados e desenvolvedor de software do Ministério Público do Rio de Janeiro. Reveja aqui.

CENSO DOS DIÁRIOS
A iniciativa está estruturada em três fases. Na primeira, será preciso mapear onde estão e como estão publicados os diários oficiais das cidades brasileiras. Segundo a pesquisa TIC Governo Eletrônico 2019, 79% das prefeituras declaram ter diários oficiais online. São cerca de 4500 endereços eletrônicos para serem encontrados, analisados e “raspados” – termo que descreve a extração das informações de um site.

Diante do enorme desafio de realizar um censo dos diários oficiais, a OKBR contará com o apoio de voluntários, durante dois meses. As inscrições para colaboração estão abertas neste formulário, até 4/9. “O próprio mapeamento já será um produto importante para a sociedade. Com isso em mãos, organizações e ativistas poderão cobrar as prefeituras para melhorar a publicação”, afirma Fernanda Campagnucci, diretora-executiva da OKBR. 

PLATAFORMA DE BUSCA
Ao longo de todo o projeto, serão construídos os robôs “raspadores” para cada cidade. Como não há padronização, esse é outro desafio que demanda grande esforço colaborativo. Atualmente, o repositório no Github já conta com mais de 310 cidades concluídas, e já recebeu dezenas de contribuições de pessoas desenvolvedoras de todo o país. 

Na segunda fase, dentro de poucos meses, será disponibilizada a primeira versão da plataforma de busca com os raspadores já construídos, e uma API para utilização do público desenvolvedor de tecnologia. Essa plataforma será incrementada ao longo do tempo, de acordo com as demandas identificadas nos diferentes grupos de usuários da plataforma (jornalistas, pesquisadores, organizações da sociedade civil, gestores públicos etc.). 

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL
Na terceira fase, no início de 2021, o Querido Diário ficará mais inteligente. Serão liberadas novas funcionalidades da plataforma, com o uso de algoritmos de inteligência artificial. O trabalho de criação de modelos de processamento de linguagem natural, classificação de publicações e de sistemas de recomendação começa desde já. 

Com essa proposta de aplicação de inteligência artificial, o projeto Querido Diário foi selecionado no edital latino-americano Empatía, promovido pela Iniciativa Latinoamericana por los Datos Abiertos (ILDA) e pelo Centro Latam Digital, e custeado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Participe!
1) Contribua com a realização do Censo, inscrevendo-se até 4/9 neste formulário. Não é necessário ter conhecimentos de tecnologia. 

2) Construa raspadores e ajude a libertar informações de mais cidades. Se você programa, pode contribuir com o código projeto

Fique de olho: todas as ações relacionadas ao projeto são publicadas nas redes da OKBR.  


Notice: Undefined variable: mesmoeixo in /var/www/ok.org.br/wp-content/themes/okbr/single-noticia.php on line 53